Revisão do texto e normatização

Como o nosso foco é o produto jornalístico, além da revisão ortográfica, usar um manual de estilo e redação pode ajudar para que o texto tenha coesão. É muito comum, principalmente quando se escreve com mais de uma pessoa, encontrar siglas, itálicos, negritos e outras marcações de forma diferente nos capítulos do livro-reportagem antes da publicação. Se definirmos que as siglas virão com seu nome por extenso em seguida ou o contrário, ex.: IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) ou Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Um nome de um livro entre aspas ou em itálico: “Elementos do livro-reportagem” ou Elementos do livro-reportagem. Um problema que também é bem comum nos textos que trabalham com diálogos de entrevistados é o uso do hífen ao invés do travessão para a voz direta, ex.: — Ele disse algo ou – Ele disse algo. Além de ser menor, o hífen é para a separação de freses compostas ou sílabas, e o travessão para uso no discurso direto. Inserir o travessão corretamente é simples, mantenha a tecla apertada ALT e digite 0151 (esse atalho é para o editor de textos da Microsoft, o Word com sistema Windows).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *